A proteção de dados de usuários está em pauta e é uma preocupação cada vez mais importante para qualquer negócio. Saiba que medidas de segurança digital sua empresa deve adotar neste sentido!

Em um mundo cada vez mais conectado, onde a captação e o armazenamento de informações pessoais são práticas comuns em quase todos os negócios, a responsabilidade no tratamento destes dados deve estar presente em qualquer empresa.

Mas será que não estamos exagerando? Segundo o estudo From data boom to data doom: the risks and rewards of protecting personal data, realizado em 2018 pela Kapersky Lab, 88% dos negócios coletam e armazenam dados sensíveis sobre seus clientes e 86% deles fazem o mesmo com as informações dos funcionários.

Podemos entender um dado sensível como uma informação pessoal que deve ser coletada apenas com autorização e precisa ser guardada com o devido cuidado. Estamos falando de nome completo, endereço residencial, e-mail, telefone, CPF, número de cartão de crédito e também de outras mais específicas, como o histórico de compras realizado em um e-commerce, por exemplo.

Considerando os episódios cada vez mais frequentes de vazamento de dados em todo o mundo, a garantia de um tratamento eficaz destas informações tem sido uma preocupação recorrente tanto na esfera pública quanto na privada.

No Brasil, temos a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, criada com o intuito de fornecer ao cidadão um maior controle no tratamento de sua informações pessoais na internet. Para saber mais sobre a LGPDD, visite nosso artigo Lei Brasileira de Proteção de Dados: tudo o que você precisa saber.

Já na esfera privada, empresas precisam pensar na segurança digital como algo estratégico e de primeira importância. Afinal, um possível vazamento pode comprometer as operações de um negócio, como exploramos no artigo vazamento de dados e suas consequências para empresas. Para evitar estes acidentes, hoje falaremos sobre algumas práticas que sua empresa pode adotar.

Como proteger dados sensíveis de clientes e de funcionários

4 dicas para proteção de dados de usuários

1 – Criptografia

A internet é um local público, e as informações que transitam por ela podem eventualmente cair em mãos erradas. E não somente na internet: você já imaginou o que aconteceria com dados importantes presentes em HD’s ou em servidores da empresa caso houvesse um furto de computadores? Vírus e malwares instalados em computadores também podem procurar por informações sensíveis e remetê-las para algum agente malicioso.

Por isso a criptografia é importante. Ela consiste na utilização de métodos para permitir que informações sejam acessadas somente aos possuidores de uma chave especial. Desta maneira, mesmo que dados preciosos caiam em mãos erradas, eles de nada valerão, pois não poderão ser descriptografados.

No caso de dados pessoais de usuários, é imperativo que eles só possam ser acessados com chaves e certificados digitais, garantindo que somente pessoas autorizadas possam visualizá-los. Isto inclui também senhas e logins, de clientes e de colaboradores, que jamais devem ser armazenados em texto simples, mas sempre de forma protegida.

2 – Proteção ponta a ponta

Os dados pessoais armazenados pela sua empresa não ficam somente nos servidores locais. Eventualmente, estas informações transitam pela rede mundial de computadores, através da navegação dos usuários ao preencher formulários, por exemplo.

Este tipo de operação deixa os dados vulneráveis a interceptação por terceiros. A proteção ponta a ponta consiste em medidas que garantam que os dados que precisem viajar de um ponto para o outro da internet não sejam acessados, e que cheguem de forma íntegra ao destinatário.

Isso envolve a utilização canais de comunicação seguros e também uma infraestrutura completa de monitoramento de rede, firewall, antivírus e criptografia, que mencionamos no tópico anterior.

3 – Backups

O backup é uma cópia de segurança que serve para restaurar dados perdidos. E existem muitas maneiras pelas quais essas perdas podem acontecer, desde problemas de corrupção de dados, acidentes, e os casos mais graves de roubo e de ransomware – quando seus dados são sequestrados e liberados somente após o pagamento de um resgate.

No caso de dados pessoais de usuários, a perda de informações pode trazer grandes prejuízos para a empresa e para os seus clientes. Por isso, é necessário estar sempre com as cópias de segurança em dia e atualizadas. Estas cópias devem ser feitas de acordo com a criticidade da informação armazenada. Ou seja, dados mais importantes devem ter mais de um backup.

É necessário também não só fazer o backup, mas realizar periodicamente um teste de Restauração de Dados. Isto consiste em verificar se os backups estão funcionando corretamente.

Os backups devem ser feito de forma preferencial em estruturas externas à sua empresa ou organização, para evitar o risco de acidentes que comprometam todas as cópias. Existem também diversas modalidades de backup, cada uma contando com vantagens e desvantagens.

O uso do HD externo é o mais simples e barato, porém, pode servir apenas para dados de usuários domésticos, já que não contam com grande segurança e são mais sujeitos a falhas. Soluções empresariais costumam se dividir em servidores locais, que são uma estrutura de hardware feita com o intuito específico de armazenar os dados, e em backups em nuvem, que estão disponíveis remotamente através da internet.

4 – SaaS para sua proteção

Não são somente os backups que estão disponíveis na nuvem. As soluções de segurança hoje em dia já podem ser todas contratadas através de Software as a Service. O SaaS tem como vantagem atender sob demanda as necessidades de cada usuário empresarial, além de contar com a rede e equipe de TI próprias. As soluções costumam vir com todos os requisitos de segurança. E se a empresa crescer, é só aumentar seu plano.

Sua empresa já conta com soluções de segurança para dados sensíveis? Navegue na aba de Serviços e Soluções de nosso site e veja o que podemos fazer para reforçar a segurança digital do seu negócio!

SOFTWALL – Em Curitiba – Paraná:
Telefone: (41) 3222-0075
E-mail: [email protected]

E também em Florianópolis – Santa Catarina:
Telefone: (48) 3091-1500
E-mail: [email protected]

“Sua segurança é o nosso objetivo”