A contratação de empresas terceirizadas para trabalhos que não são o foco da empresa é uma prática cada vez mais comum dentro do mundo dos negócios, ainda mais quando o assunto é tecnologia. Mais prático, eficaz e econômico que abrir um setor de TI é terceirizar o serviço com uma empresa especializada.

Os serviços de TI, quando bem executados e bem gerenciados, indiscutivelmente alavancam o crescimento da organização, uma vez que aumentam a produtividade interna, ajudam na redução de custos, coloca a empresa na frente de seus concorrentes entre outros diversos benefícios que podem ser vistos nesta outra publicação. E em um mercado cada vez mais dependente das novas tecnologias, o Gerenciamento e Governança de Serviços de TI passam a se tornar essenciais.

O Gerenciamento de Serviços de TI diz respeito a implementação e controle de serviços que irão ajudar a empresa, seja qual for sua necessidade. É daqui que sairão novas ferramentas ou softwares que irão ajudar a empresa em pontos específicos, como redução de custos e otimização de processos, por exemplo. É também o gerenciamento de serviços de TI que irá se alinhar com a empresa em relação aos processos de TI para definir como fazer para alcançar melhorias e posteriormente avaliar estes resultados.

A Governança de Serviços de TI

Por sua vez coordena, comanda e inspeciona os procedimentos de TI. Seu papel se diferencia do Gerenciamento de Serviços de TI porque como governança ela age pensando nos processos do negócio. Aqui é importante se alinhar muito bem com os responsáveis pela organização e também criar um modelo de governança de TI disponível a todos para que a empresa inteira saiba sobre as práticas do setor e como agir em determinados momentos.

A Governança de Serviços de TI muitas vezes é confundida com o Compliance. Mas este está atrelado a seguir as regras, comportamentos, leis ou atitudes já estabelecidas em um negócio. Quando pensamos em Compliance devemos pensar sempre em agir de acordo com essas condutas legais. O compliance opera pensando justamente se a empresa de modo geral está cumprindo todas as regras estabelecidas, seja em TI, financeiro, atendimento ou até mesmo jurídico.

Investir nestas práticas trazem um resultado imediato na empresa que muitas vezes é sustentada pelo setor de TI, mesmo que terceirizado. Os resultados podem ser vistos em pontos como qualidade dos serviços da empresa e produtividade dos demais funcionários e claro, segurança de seu negócio. São diversos os casos em que empresas caíram justamente por não serem bem protegidas em questão que segurança. Um dos mais recentes foi da OnePlus, fabricante de Smartphones que teve dados dos cartões de seus compradores online roubados e o dinheiro de suas contas retirados.

Implementação de soluções que visam lucratividade

E como estamos falando da questão financeira, é claro que a prática também traz vantagens voltadas ao lucro. Quando citamos que a Governança de Serviços de TI inspeciona os procedimentos de TI e que o Gerenciamento de Serviços de TI implementa novos serviços, ambos agem visando futuramente um bom retorno financeiro e buscam, ao final de cada etapa, mostrar os relatórios destes procedimentos, com a finalidade de mostrar ao seu negócio que seu investimento foi feito de maneira certeira.

Por que a Governança de Serviços de TI pode ser boa para sua empresa?

Os fechamentos se mostram de maneira bem prática: a aplicação de um novo serviço de TI geralmente vem com menos riscos de erros, menos trabalho e problemas ao restante da empresa, menos tempo gasto em manutenção ou falhas técnicas e mais foco em novos projetos. No final é resultado é sempre mais lucro e melhor qualidade de trabalho.

Para um monitoramento eficiente, você pode contar com a SOFTWALL para auxiliar na administração do seu ambiente de TI:

SOFTWALL – Em Curitiba e Região – Paraná:
Telefone: (41) 3153-5090
E-mail: [email protected]

E também em Florianópolis e Região – Santa Catarina:
Telefone: (48) 3091-1500
E-mail: [email protected]

“Sua segurança é o nosso objetivo”