Em breve começa um dos maiores eventos do varejo do ano. Sendo uma das datas mais aguardadas pelos vendedores e pelos clientes, aqui nós te ajudamos a como manter uma boa estrutura para a Black Friday!

Lembrando que o evento é uma chance de fechar bons negócios, se livrar do estoque que está parado e trazer novos clientes para conhecerem sua empresa e seus produtos ou serviços.

A data também já apresenta números de vendas maiores do que o Natal, portanto, deve-se ficar de olho em várias informações de comportamento dos usuários, como o fato de que nesta Black Friday, 53% dos brasileiros pretendem fazer compras pelo celular.

estudos que também apontam que neste ano, 47% das pessoas pretendem comprar por meios digitais e 38% afirmam que irão usar tanto a internet, quanto lojas físicas. Ou seja, ficar de olho na sua estrutura para a Black Friday é regra!

Como manter a estrutura para a Black Friday

Para vender nesta data, é preciso manter algumas boas práticas que garantem uma boa estrutura para a Black Friday. Fique por dentro de algumas dicas que ajudarão a alavancar suas vendas:

1) Verifique sua estrutura atual

Comece já a analisar se sua estrutura atual irá suportar os picos de acesso de seu site. Fique de olho em:

  • Seu banco de dados;
  • Capacidade de seus servidores;
  • Tamanho de sua rede.

Foque em driblar a lentidão de suas páginas, pois isso pode levar a queda de usuários, logo, a queda de vendas.

2) Torne sua estrutura mais robusta

Para ampliar a sua estrutura atual, opte por tecnologias que ampliem sua rede, como solicitando ao seu provedor um aumento de capacidade do servidor, para ter uma estrutura mais confiante e robusta para a Black Friday.

3) Adote a fila de espera

Uma das estratégias mais usadas para evitar o excesso de acessos, logo, a queda do site, é fazer uma lista de espera virtual. Adotando esse sistema, você terá um limite de visitantes em sua página, deixando alguns usuários esperando por sua vez para acessar o site assim que uma vaga surgir.

4) Mantenha a gestão de tráfego

A gestão de tráfego é uma prática essencial para manter a estrutura para a Black Friday. Com ela, é possível fazer a correção de alguma ação imprópria ou suspeita e reagir com mais agilidade em casos de incidentes.

5) Pense na segurança digital

Para não ser vítima de ataques neste período, trace estratégias para manter seu site seguro, de maneira que os dados de seus clientes não fiquem em risco, afinal, a LGPD já está em vigor no Brasil! Invista em firewalls, criptografias e outras tantas tecnologias disponíveis. Conheça aqui algumas delas.

6) Teste toda sua estrutura

Ao aplicar algumas dicas dadas acima, busque testar toda sua nova estrutura. Isso é possível através de testes que verificam o estresse e carga do seu site, analisando toda a sua estrutura e identificando se é preciso a escalonar. Há também a opção de testar aplicações ou outros serviços com bots, para avaliar sua estrutura para a Black Friday.

7) Tenha um plano de incidentes

Em caso de quedas, ataques ou outros incidentes, é essencial que você tenha um plano de tratamento de incidentes que garanta a continuidade do seu negócio digital. Nele, é preciso ter as principais ameaças tecnológicas que você pode sofrer, além das ações preventivas e corretivas para cada caso. Atente-se aqui às políticas de privacidade e, novamente, a LGPD.

8) Analise seu histórico de estrutura para a Black Friday

Observe quais foram os resultados de suas últimas participações na Black Friday, caso existam. Com esse olhar, é possível saber o que funciona, o que não funciona e o que pode ser aprimorado.

9) Personalize seu site

Prepare um bom site para esse evento! Lembre-se que ele precisa ser responsivo, deve reapresentar ao usuário produtos que ele já havia visualizado anteriormente e também oferecer produtos semelhantes, entre outras táticas que influenciam as compras.

10) Mensure os resultados

Acima, nós citamos que você deve analisar seu histórico de estrutura para a Black Friday. Entretanto, caso seja sua primeira vez participando da data, comece a mensurar seus resultados assim que finalizar as promoções!

É com essa mensuração que você sabe tudo que deu certo para seu negócio e pode reaplicar no próximo ano. Fique de olho em dados como:

  • Principais produtos procurados;
  • Principais produtos vendidos;
  • Gasto médio dos clientes;
  • Produtos abandonados no processo de compra;
  • Itens que você esperava uma boa venda;
  • Promoções que deram certo;
  • Métodos de pagamento que mais foram usados.

11) Ofereça diversos métodos de pagamentos

Oferecer vários meios de pagamentos pode aumentar as suas vendas. Algumas opções são:

  • Cartão de crédito;
  • Cartão de débito;
  • Boleto;
  • PIX;
  • Transferência bancária;
  • Cashback de aplicativos de pagamento.

Mas lembre-se: é preciso que você esteja preparado para lidar com todos os meios oferecidos, evitando principalmente fraudes e erros.

12) Organize sua logística

Os pedidos que chegam devem ser computados com agilidade e devem ser entregues o mais rápido possível. Avalie seus softwares para que tudo isso seja entregue com excelência, para que toda sua logística esteja preparada e seu cliente tenha a melhor experiência de compra com seu negócio!

13) Use as redes sociais a seu favor

O Marketing pelas redes é uma das formas mais práticas de alcançar diversos clientes em potencial. Monte um cronograma divulgando a Black Friday de seu negócio em suas páginas para animar seus seguidores. A contagem regressiva é uma ótima saída, além dos descontos exclusivos para quem viu a promoção por esses canais.

Você sente que seu site ou página da sua empresa ainda não está pronto para esse aumento de tráfego durante a Black Friday? Entre em contato conosco e vamos pensar juntos nas melhores soluções!

SOFTWALL – Em Curitiba e Região – Paraná:
Telefone: (41) 3153-5090
E-mail: [email protected]

Também em Balneário Camboriú e Região – Santa Catarina:
Telefone: (41) 3153-5090
E-mail: [email protected]

“Sua segurança é o nosso objetivo”

Como manter a estrutura para a Black Friday: 13 dicas essenciais - Softwall