A proteção de dados na Black Friday se torna mais necessária do que nunca daqui para frente, afinal, a LGPD está oficialmente em vigor, regulamentando o uso de dados recolhidos por empresas e instituições, com a finalidade de proteger os clientes e os deixarem a par de como suas informações têm sido usadas.

Como esses dados são geralmente recolhidos no ambiente digital e, ao que tudo indica, essa será a Black Friday mais digital de todos os tempos, é preciso ficar de olho se sua empresa está dentro das regras e, caso não esteja, em como é possível a adequar.

Como a LGPD se encaixa aos e-commerces

A base da LGPD é proteger o direito à privacidade dos cidadãos, por isso sua criação determina regras para as empresas que fazem coletas, armazenamentos e compartilhamentos das informações de seus clientes.

Essa lei vem para que consumidores escolham se querem ou não compartilhar seus dados, prevendo:

  • Respeito a privacidade dos internautas;
  • Poder de escolha diante do recebimento de informações sobre empresas, produtos ou serviços;
  • Proteção contra a violação da intimidade, honra e imagem do usuário;
  • Liberdade de expressão, informação, comunicação e opinião.

Quando falamos em e-commerces, sabemos que parte essencial de seus funcionamentos é este recolhimento de dados, seja para entender melhor qual seu público, entrar em contato ou enviar notificações sobre novos produtos, promoções e afins.

Por isso é importante que os e-commerces estejam de acordo com a proteção de dados na Black Friday, pois esse é um período de grande volume de dados entrando, assim como uma ótima chance de que erros aconteçam e penalizações da LGPD sejam aplicadas, como uma multa que pode chegar a até R$ 50 milhões de reais.

Para não chegar a esse ponto, abaixo separamos algumas adequações que seu negócio poderá fazer!

Adequando sua empresa à proteção de dados na Black Friday

Aqui você encontra 8 dicas valiosas para adequar seu negócio à proteção de dados na Black Friday. Confira:

1) Seja transparente

Informe claramente ao seu consumidor como você irá tratar seus dados recolhidos, de que maneira irá os armazenar e usar futuramente. Deixe tudo em aberto para ele ter o poder de escolha e para garantir a proteção de dados na Black Friday.

2) Peça sempre consentimento

De mãos dadas com a transparência, anda o pedido de consentimento de seus clientes. Assim que você deixar claro como serão usados os dados, consolide um acordo com seu internauta para que ele permita o uso de suas informações, seja por meio de Cookies em seu site ou de Termos de Confirmação.

3) Revise suas políticas e termos

Avisos de privacidade, políticas e termos do site devem ser revisados o mais rápido possível e com os pontos que citamos acima: transparência e consentimento. É essencial que eles estejam de acordo com a LGPD e, neste período, devem contemplar as ações de tratamento de dados da Black Friday.

4) Use apenas dados básicos nesse período

Na Black Friday, para ter uma melhor comunicação e venda com seus clientes, busque coletar apenas dados básicos para fazer suas entregas e obter o pagamento dos itens comprados. Evite pedir muito, como gênero, idade e mídias sociais.

5) Tenha uma política de segurança da informação

Uma boa política de segurança da informação garante a segurança dos dados que você coleta e a proteção de dados na Black Friday. É com base nessa política que você desviará de fraudes, golpes, crimes digitais, sobrecargas e principalmente o não vazamento das informações de seus clientes.

6) Adote a criptografia para proteção de dados na Black Friday

A criptografia é um método seguro e comum para proteger dados pessoais armazenados, reduzindo as chances de violação de dados e de multas que a lei pode aplicar. Para saber como essa prática funciona e se ela é a ideal para o seu negócio, clique aqui e leia nosso artigo completo sobre o tema.

7) Análise outras medidas técnicas

Para garantir a proteção de dados na Black Friday, há diversas medidas técnicas que podem ser adotadas. Além da criptografia, citada acima, há também o backup regular, controles de acesso, plano de recuperação de desastres, monitoramento de segurança e pseudominização. Avalie a hipótese de trabalhar com mais de uma medida técnica de segurança.

8) Treine seu time

A proteção de dados na Black Friday também depende de quem recebe esses dados e os usa, ou seja, você e seu time. Prepare sua equipe desde o suporte técnico do seu e-commerce, até os canais de atendimento digitais e o monitoramento das redes sociais, para que os dados recolhidos sejam manuseados adequadamente.

E se eu não garantir a proteção de dados na Black Friday?

Não cumprir ou violar a LGPD resulta em punições como multas e penalidades. Segundo o Senado Federal, as sanções podem ser advertências ou até mesmo multas no valor de R$ 50 milhões para órgãos públicos e empresas, sejam elas físicas ou virtuais, que estejam descumprindo as regras de proteção de dados pessoais.

Quem faz essa fiscalização atualmente é a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), um órgão da administração pública federal. As sanções aplicadas pela ANPD vão desde publicização da infração após devidamente apurada e confirmada a sua ocorrência, até proibição parcial ou total do exercício de atividades relacionadas a tratamento de dados. Para ficar por dentro de todas as sanções administrativas da LGPD, clique aqui.

Quem oferece ao público uma plataforma que garante a segurança, não tem o que temer da LGPD. Na verdade, só existem ganhos com essa atitude, afinal, você fica de acordo com a lei e ganha credibilidade de mercado por ser responsável com os dados que recolhe.

Além do mais, garantir a segurança nos tempos atuais fideliza clientes, que passam a confiar em seu negócio, sabendo que não há riscos ao consumir com você e nem tratamentos indevidos de suas informações.

Você sente que ainda precisa incrementar serviços que garantam a proteção de dados na Black Friday do seu negócio? Então entre em contato conosco e vamos combinar sobre o que pode ser melhor para sua empresa!

SOFTWALL – Em Curitiba e Região – Paraná:
Telefone: (41) 3153-5090
E-mail: [email protected]

Também em Balneário Camboriú e Região – Santa Catarina:
Telefone: (41) 3153-5090
E-mail: [email protected]m.br

“Sua segurança é o nosso objetivo”

Conheça os cuidados necessários para a proteção de dados na Black Friday - Softwall